Atletismo Viçosense Brilha na Capital do País

O viçosense natural da localidade Tope, há três km da sede municipal Francisco Adaílton, teve momentos de muita alegria no domingo, 17 de novembro/2013; praticante de atletismo de alto rendimento categoria paraolímpica conquistou o primeiro lugar da referida competição.
A Secretaria Municipal de Desporto e Lazer de Viçosa do Ceará parabeniza por sua conquista e sua determinação em enfrentar os desafios da vida.

Abandonado no inicio da vida pelos pais sendo adotado por familiares, teve uma infância sofrida quando aos 09 anos de idade no trabalho rural foi picado por um inseto no dedo da mão esquerda perdendo assim os movimentos da mesma. Ainda muito jovem decidiu mudar-se
para capital do país: Brasília para morar com o irmão que em pouco tempo o abandonou, Adaílton sentiu-se obrigado a morar nas ruas, quando não restava mais nenhuma esperança nem perspectiva de vida, Adaílton conheceu o atletismo que aos poucos foi trazendo de volta a sua dignidade, em apenas 03 anos o esporte fez com que Adaílton mudasse da água para o vinho conquistando assim várias provas pelo Brasil em sua modalidade. Hoje o atleta paraolímpico reside na cidade estrutural do Distrito Federal onde mora com sua filha
Larissa de 06 anos também atleta na modalidade de atletismo. Atualmente Adaílton enfrenta mais uma provação; o mesmo cria sua filha sozinho já que sua companheira o abandonou com a filha recém-nascida.
O Brasil é um país de grandes contradições. O confronto entre dois mundos tão diferentes em um só país revela a desigualdade e a injustiça social cometidas diariamente a milhares de brasileiros. Por essas diferenças, devemos buscar formas de trazer pessoas até então excluídas e que precisam estar incluídas mediante a adaptação da sociedade às necessidades específicas de cada uma. O esporte visto como um instrumento de inclusão social é capaz de reunir um grande numero de pessoas, de diferentes classes sociais, nível educacional, portadores de deficiência física ou minorias raciais e com um
custo relativamente baixo. O esporte é um fator de inclusão social e sua pratica traz vários benefícios: saúde, disciplina, melhora na auto-estima, respeito, vínculo de amizades. Afirmou Amauri Carneiro, Secretário de Desporto e Lazer de Viçosa do Ceará.