Participação de Viçosa do Ceará no Dia do Desafio Supera Anos Anteriores

Viçosa do Ceará conseguiu a adesão de 65,51% da população no DIA DO DESAFIO/2013. A Secretaria Municipal de Desporto e Lazer em parceria com as demais secretarias conseguiram mobilizar mais de 30.000 viçosenses.
Viçosa do Ceará,é uma cidade interiorana localizada a aproximadamente 345 km da capital Fortaleza-CE, a mesma é um município essencialmente rural com uma área de 1.312 km2 habitada por mais de 54.955 pessoas (IBGE 2010).
A cidade desafiante na edição 2013 foi São José do Rio Pardo-SP, município escolhido através de sorteio eletrônico. que obteve 68.00%, que venceu por dois pontos percentuais. Vale ressaltar que a disputa este ano foi bastante acirrada, pois São José do Rio Pardo é estreitamente urbano facilitando assim a mobilização da população par o evento. Afirmou; Amauri Carneiro - Secretário de Desporto e Lazer de Viçosa do Ceará.

ORIGEM
A data foi criada no Canadá e é difundida mundialmente pela The Association For Internacional Sport for All (Tafisa), entidade de promoção do esporte sediada na Alemanha. É uma campanha de incentivo à prática regular de atividades físicas em benefício da saúde e acontece anualmente na última quarta-feira do mês de maio.
O Dia do Desafio surgiu durante o rigoroso inverno canadense de 1983, quando a temperatura chegava aos 20 graus negativos. Os governantes sugeriram uma ação que necessitava da colaboração de todos. A ideia propunha que, às 15h, todos apagassem as luzes, saíssem de casa e caminhassem durante 15 minutos ao redor do quarteirão mais próximo. Era um convite ao exercício do corpo.
Além de estimular a realização de atividade física, a iniciativa ocasionou a economia de energia, que pôde ser calculada pelo número de pessoas envolvidas na atividade. No ano seguinte, a experiência foi compartilhada com a cidade vizinha e ambas realizaram a caminhada juntas, na mesma data e horário. Estava lançado o espírito que definiria o programa do Dia do Desafio.
O que nos desafia hoje, num mundo repleto de contradições? De um lado, o copo meio cheio: desenvolvimento tecnológico, amadurecimento de valores como democracia, direitos humanos e sustentabilidade, acesso crescente a bens materiais e imateriais. De outro lado, o copo meio vazio: consumo exacerbado, agravamento de conflitos em partes do globo, descompasso entre conscientização e práticas sustentáveis. O desafio parece residir no equilíbrio entre os extremos. Nesse ponto, a relação do ser humano contemporâneo com seu corpo e sua qualidade de vida é um retrato dessas contradições.
Ao mesmo tempo em que os benefícios da prática regular de esportes e atividades físicas são amplamente divulgados, dados sobre alimentação inadequada, sedentarismo e índices de obesidade despertam preocupação. É nesse contexto que se insere o Dia do Desafio, um estímulo para a incorporação da prática da atividade física no dia-a-dia, do movimento saudável, consciente e prazeroso no cotidiano, por meio de uma campanha que tem, desde 1995, o Sesc São Paulo como coordenador. Em 2012, 51 milhões de pessoas de 3.432 cidades, espalhadas por 21 países nas Américas, envolveram-se nessa grande mobilização que sempre deixa sementes valiosas para suas realidades locais.
Desafio entre cidades grandes, médias e pequenas, que estimula novos olhares sobre as possibilidades de pensar e agir. A partir do envolvimento de parceiros cujo traço em comum é o apreço pela ideia de Esporte para Todos, temos a construção, ano a ano, de uma mobilização de comunidades. Esse contágio é fundamental para o refinamento do que entendemos por bem-estar, mas também como estímulo para a proposição e continuidade de políticas públicas na área de promoção da atividade física nas várias cidades.
Em 2013, o Dia do Desafio adquire especial significação para o Sesc, por sua sintonia com a Campanha Move Brasil, lançada no ano passado junto a relevantes parcerias – dentre os quais destacamos os Ministérios do Esporte e da Saúde, bem como a Autoridade Pública Olímpica – que objetiva o crescimento no número de brasileiros que, de fato, trazem o esporte e a atividade física no seu dia-a-dia. São passos na conscientização sobre a importância de um corpo pensado integralmente, que busca modos renovados de expressão e ação, conectando essa busca a uma reflexão crítica e ao mundo que se move ao seu redor.
Adotado por mais de 3 mil cidades, de 21 países do Continente Americano, o Dia do Desafio incentiva a prática diária da atividade física, com uma filosofia simples baseada na competição amigável para mobilizar cidadãos de diversos perfis socioculturais, em uma celebração da diversidade, credibilidade e livre expressão.
Após 18 edições, sob coordenação do Sesc São Paulo e a inclusão de 50 milhões de pessoas a cada ano, o evento deixa como legado programas permanentes de esporte para todos, implantados nas comunidades onde se realiza. É um compromisso que o Sesc e as Prefeituras assumiram em longo prazo, na esteira do contexto mundial de facilitar o acesso ao esporte, com o entendimento que devemos atuar em nível local e compartilhar estratégias em nível global.
Em 2013, o Dia do Desafio expande mais uma vez as suas fronteiras e se insere na Campanha MOVE Brasil, que pretende ampliar o número de praticantes de esportes e atividades físicas estabelecendo uma meta até 2016, período em que sediaremos os maiores eventos esportivos do mundo: a Copa do Mundo de Futebol e os Jogos Olímpicos e Paralímpicos.
O Dia do Desafio com essa expansão passa a ter um papel importante de revigorar as parcerias com órgãos públicos e privados, instituições e empresas para promover uma grande mudança no comportamento dos brasileiros. Durante quatro anos, as ações de estímulo ao esporte e à atividade física terão como prioridade o apoio às ações comunitárias, o incentivo à apropriação consciente dos espaços urbanos para prática esportiva e o impulso em direção da integração sociocultural.
Neste sentido, o alinhamento de objetivos do Dia do Desafio com a proposta da campanha MOVE Brasil, reforçará a proposição institucional de contribuir para melhorar a qualidade de vida dos brasileiros.